Prefeitura Municipal de Pouso Alto

http://localhost/pousoalto/wp-content/uploads/2017/01/cropped-brasao_pouso_alto.png

Prefeitura Municipal de Pouso Alto

"Pouso Alto é um nome estupendo. Parece nome de ninho de águia. Pouso Alto. Absolutamente sereno. É um programa."

Manuel Bandeira

Secretaria Municipal de Saúde – Retrospectiva 2017

Atividades realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde no ano de 2017

Secretário de Saúde: José Fernando Pinto
Gestora de Saúde: Rogéria Fonseca Vilela

 

O ano de 2017 foi marcado pela escassez de recursos financeiros, motivados principalmente pela ausência do ente federado Estado, que tem débitos com o município na ordem de R$1.200.000,00 (levantamento apresentado pelo COSEMSMG até o mês de setembro de 2017). Essa ausência forçou o município a aumentar o seu percentual de investimento em saúde, aproximando de 23% em novembro, prejudicando com isso outras atividades do município.
Mesmo diante deste cenário, os avanços foram inúmeros, conforme listados a seguir:

ATENÇÃO BÁSICA:
1. Adequação das equipes de ESF – Estratégia de Saúde da Família, provendo-as de materiais e insumos necessários para as atividades do dia a dia;
2. Utilização da Unidade Básica de Saúde como porta de entrada do Sistema Único de Saúde – SUS;
3. Cumprimento integral da carga horária de 40 horas dos profissionais vinculados à ESF;
4. Agendamento programado conforme preconização do Ministério da Saúde;
5. Implantação do e-SUS, sistema informatizado e integrado o qual gerou agilidade e controle sobre os atendimentos realizados;
6. Implantação de horário de atendimento estendido (das 13:00 ás 21:00 horas – uma vez no mês), buscando dar oportunidade aos trabalhadores;
7. Participação em Reuniões, Seminários, Encontros, Capacitações, realizadas pela Superintendência Regional de Saúde, Estado e outros órgãos com o objetivo de aplicar o aprendizado no dia a dia do serviço de saúde;
8. Realização de curso de capacitação para Agentes Comunitários de Saúde.
9. Realização das Campanhas de Vacinação preconizadas pelo Ministério da Saúde.
10. Manutenção de Plantão de final de semana para realização de vacinas, quando solicitado pela unidade hospitalar.

VIGILÂNCIA EM SAÚDE:
1. Realização de todas as atividades relacionadas à Vigilância em Saúde como: inspeções, vistorias, interdições;
2. Melhoria nos indicadores avaliados através da Programação das Ações de Vigilância em Saúde;
3. Realização dos ciclos programados (em conjunto com os Agentes Comunitários de Saúde) de ações de combate ao mosquito Aedes Aegipty;
4. Realização de atividades de Promoção e Prevenção à Saúde, como: Palestras, Mobilizações, Passeatas, Distribuição de Panfletos, etc;
5. Participação em Reuniões, Seminários, Encontros, Capacitações, realizadas pela Superintendência Regional de Saúde, Estado e outros órgãos com o objetivo de aplicar o aprendizado no dia a dia do serviço de saúde;
6. Realização de Campanha de Vacinação Antirrábica animal.

MÉDIA E ALTA COMPLEXIDADE:
1. Aquisição de 02 veículos para realização do TFD – Tratamento Fora de Domicílio
2. Atendimento de praticamente todas as solicitações de TFD, solicitadas ao longo do ano, em torno de aproximadamente 1.400 viagens;
3. Manutenção de esquema de Plantões 24 horas para atendimento às urgências geradas no município;
4. Apoio efetivo e essencial do SAMU para as remoções com necessidade de cuidados especiais;
5. Realização de Exames e Consultas especializadas, utilizando pequenas cotas disponíveis através do SUS e complementando com Consórcio e Área Social;
6. Manutenção de Convênio com a Entidade Filantrópica (Santa Casa), localizada no município para atendimento dos casos de Urgência e Emergência;
7. Disponibilização de grande quantidade de Exames Laboratoriais para atendimento dos usuários do município.

ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA:
1. Aquisição de medicamentos e insumos para abastecimento á Farmácia Básica do município, através de licitação e Programa Farmácia de Todos;
2. Mudança para a nova Farmácia, garantindo mais conforto aos usuários;
3. Manutenção de 02 Farmacêuticos e 02 Auxiliares, garantindo com o]isso o funcionamento da unidade em tempo integral;
4. Aquisição de outros medicamentos necessários através de Pregão e Área Social, buscando amenizar as necessidades, geradas principalmente pela ausência do ente Estadual no financiamento Tripartite (três esferas de Governo – União, Estado e Município);

GESTÃO:
1. Mudança da Sede da Secretaria Municipal de Saúde para o Centro de Saúde municipal, gerando economia com aluguel;
2. Organização dos agendamentos de exames e consultas buscando atender conforme prioridades estabelecidas pelo serviço de Regulação;
3. Execução de Emenda Parlamentar para aquisição de Materiais e Equipamentos para equipagem das Unidades Básicas de Saúde